sábado, outubro 27, 2012

Vamos ALONGAR?

Olá meninas! Estou de volta!! Neste post de hoje estarei falando com vocês sobre a importância do alongamento no ballet.






O alongamento É ESSENCIAL na dança. Não somente no ballet. O alongamento possibilita uma melhor execução dos movimentos, mediante o "aquecimento" e o "trabalho específico" de cada musculatura.
Bailarinas e bailarinos não podem correr o risco de se lesionarem e por isso o alongamento é tão importante. Muitas bailarinas reclamam dos alongamentos, acham chato. Pode ser até chato sim, para alguns. Mas já pararam para pensar no que o alongamento pode proporcionar para nós bailarinas(os)?





  1. FLEXIBILIDADE
Isso mesmo! O alongamento nos proporciona a tão sonhada flexibilidade! O treinamento contínuo nos leva a  relaxar a musculatura, "acostumando-a" a determinadas posições, e "preparando-a" para inúmeros movimentos. O alongamento é NECESSÁRIO para se alcançar as aberturas e evitar distenções futuras.



2.  TÉCNICA

O alongamento é o "melhor amigo" das grandes bailarinas de todo o mundo. Verdade! Todas elas possuem como fiel escudeiro, o alongamento de todos os dias. A técnica, a limpeza dos movimentos só é alcançada através de um alongamento eficiente, meninas! Isso é evidente. Porém, poucos prestam atenção nisso. O alongamento faz parte do backstage da vida de uma bailarina. Poucos enxergam mas ele está lá. Está por trás dos developpés perfeitos da Zakharova (rasgados, diga-se de passagem! Hehe), está por trás dos fouettés perfeitos da Marianela Nuñez e de muitas outras... Que isso possa servir de incentivo para vocês investirem cada vez mais em seus alongamentos. Afinal, é ele que possibilita uma técnica impecável.

(Svetlana Zakharova em 1996)



ALGUMAS DICAS DE ALONGAMENTO:


  Em pé, com os pés paralelos, um à frente do outro (cerca de 30cm de distância), incline o tronco à frente, levando o peito na direção da coxa, com a intenção de tocar o chão com as mãos (figura 1). Projete os ísquios (ossinhos do "bumbum") para cima. Você também pode colocar o pé que está à frente em flex.




Em pé, com as pernas afastadas, flexione o quadril e segure nos tornozelos, mantendo os joelhos estendidos (figura 2). Pense em colocar a cabeça entre os joelhos (alguns chamam essa posição de "pirâmide"). Flexione os joelhos para voltar à posição inicial.


Sentado com as pernas paralelas à frente, flexione um dos joelhos e segure o calcanhar com uma das mãos. Estenda o joelho tentando deixar a perna perpendicular ao solo (figura 3). Cuidado para não relaxar as costas!

(Retirado do site: Dicas para Ballet)

Então é isso meninas, espero que tenham gostado!

Beijos
Jade C.

2 comentários:

  1. adorei, eu amo me alongar, sempre me dá aquela sensação de liberdade, não sei explicar...
    mas amei o poste
    bjs

    ResponderExcluir
  2. Adorei o post, nossa, como o blog está diferente né? Faz tempinho que eu não entrava, e mudou demais...

    Mas está bem bonito...

    Um grande beijo, Geisa.

    ResponderExcluir

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails